segunda-feira, 29 de setembro de 2008

PLANO DE AULA "RESPEITO ÀS DIFERENÇAS"

E.E.B. Dr. Otto Feuerschuette
Capivari de Baixo – Santa Catarina
Aluna: Cláudia Aguiar
Professora: Constancia Patricio Fretta
Disciplina: Fundamentos Teórico-Metodológicos do Ensino da Alfabetização
4º Magistério 01

PLANO DE AULA

TEMA: respeito às diferenças.

SÉRIE: 2ª série.

OBJETIVOS:
· mostrar a importância dos valores existentes na sociedade;
· identificar a importância da ética no ambiente em que vivemos;
· mostrar a importância de uma verdadeira amizade e como devemos cultivá-la.

CONTEÚDOS:
· ética e moral;
· amizade;
· fábula “O leão e o ratinho”;
· “As três peneiras”.

AÇÃO DIDÁTICA

Como devemos cultivar a amizade?
Construir a ética para ser um bom cidadão.
Falar um pouco mais dos valores existentes no decorrer do nosso dia-a-dia.
Falar sobre a fábula.


ÉTICA E MORAL

A relação entre ética e moral nos remete a questão da cidadania em nossos dias. A cidadania seria a efetivação do homem na sociedade, a possibilidade de existência do homem como ser moral e ético que aceita e respeita as normas sociais, objetivando a convivência em comunidade baseada no entendimento geral e no bem comum.
No sentido de normas ou regras adquiridas por hábitos de uma determinada sociedade que os considera como critérios válidos para a orientação do agir de seus membros. Os valores são entendidos como aquilo que é bom, útil, positivo, e que deve ser realizado. Portanto, o agir humano é do ponto de vista moral, é fundada pelos valores éticos e morais.
O modo de agir humano é o modo de expressar sua conduta. A conduta que assume diante de problemas práticos encontrados no dia-a-dia, onde tem que escolher entre o sim e o não, mais tarde ou nunca, ajudar ou não ajudar alguém, falar ou não falar a verdade, enfim, devemos escolher como resolver os problemas ou ainda escolher não resolvê-los.
O comportamento humano apresenta-se como um fato, cabe a ética explicá-lo como seu objeto de reflexão. É papel de a ética explicar a razão de ser, da pluralidade e das mudanças de moral.
Ética representa um importante tema de estudos, uma vez que na atualidade o grande problema das sociedades é o agir humano.
Ser cidadão é ter o direito de ser homem, é pertencer à humanidade.


AMIZADE

Existem muitas maneiras de pensar e experimentar a amizade.
Pensa-se o que é uma amizade quando nos deparamos com algo próximo a ameaça de perdê-la, com atitudes inesperadas e indesejadas por parte dos amigos.
Um dos valores mais importantes para o ser humano é a amizade. A lealdade é parte de uma amizade genuína. Estamos tratando a amizade como um valor, e como tal, é importante perceber que muitas posturas impedem a construção da verdadeira amizade.
A amizade não combina com intolerância, egoísmo, mentira e falsidade. Desde as primeiras comunicações humanas, nas eras mais primitivas a espécie humana tratava seus companheiros de descobertas como grandes amigos. Com o passar do tempo, seus pensamentos foram se desenvolvendo e o seu aprendizado foi se ampliando.
O ser humano passou a sentir que a amizade une as pessoas, enriquece experiências e incentiva na tomada de atitudes úteis para si e para o próximo. A partir daí, cada indivíduo passou a compreender que no momento em que há uma junção de pessoas, com idéias diversificadas, tudo se tornou mais fácil e possível de ser alcançada.
A perseverança de uma verdadeira amizade é muito importante, para que isso aconteça é preciso ter senso de responsabilidade e compreender que todos somos filhos de um mesmo PAI.
O que realizamos nem sempre é tão belo quanto o que sonhamos. Mas, às vezes, nos acontecem coisas tão belas que nem sempre sequer havíamos sonhado, como uma verdadeira amizade.

O LEÃO E O RATINHO

O rei das selvas dormia sob a sombra de um carvalho. Aproveitando a ocasião, um bando de ratos resolveu passar por cima dele para encurtar caminho.
_ Vamos, vamos, não há tempo a perder _ disse o líder do bando.
Quando faltava apenas um rato passar, o leão acordou e prendeu-o debaixo de sua pata.
_ Por favor, Majestade das selvas, não me esmague! _ implorou o ratinho.
_ E você tem alguma boa razão para que eu não faça isso? _ Bem... talvez um dia eu possa ajudá-lo! _ disse o ratinho.
O leão deu uma sonora gargalhada:
_ Você? Minúsculo desse jeito? Essa é boa!
_ Por favor, por favor, por favor, não me esmague! _ insistiu o ratinho.
Diante de tamanha insistência, o leão, que estava mesmo com o estômago cheio, deixou que o ratinho se fosse.
Alguns dias depois, o leão ficou preso numa rede deixada na floresta por alguns caçadores. Fez de tudo para se soltar, mas não conseguiu. Seus urros de raiva fizeram a terra tremer. Ao ouvi-los, o ratinho veio em seu socorro. Com seus dentes pequeninos e afiados, roeu as cordas da rede e soltou o leão.

Moral da história: “Uma ação ganha outra. Pequenos amigos podem ser grandes amigos”.

AS TRÊS PENEIRAS

Um rapaz procurou Sócrates para lhe contar um caso. O filósofo ergueu os olhos do livro e perguntou:
_ O que você quer contar já passou pelas três peneiras?
_ Três peneiras? Como assim?
_ Sim, três peneiras. A primeira é a VERDADE. O que você quer contar dos outros é um fato? Caso tenha ouvido contar, a coisa deve morrer aí mesmo. Suponhamos, entretanto, que seja verdade.
Nesse caso deve passar pela segunda peneira, que se chama BONDADE. O que vai contar é coisa boa?Ajuda a construir ou destruir a fama do próximo?
Se o que você contar é verdade e é coisa boa, deve passar ainda pela terceira peneira, que se chama CONVENIÊNCIA ou NECESSIDADE.
Convém contar? É necessário contar? Resolve alguma coisa? Ajuda a comunidade? _ O filósofo dada a explicação arrematou:
_ Se passar pelas três peneiras, conte. Tanto você como seu irmão e a comunidade irão lucrar. Em caso contrário, esqueça e enterre tudo. Será uma fofoca a menos para envenenar o ambiente e levar a discórdia entre irmãos.
O rapaz resolveu não contar. Seu caso iria enroscar em alguma peneira do filósofo.

ATIVIDADES

1) Qual a importância de termos uma verdadeira amizade?
2) Qual é o principal valor para o ser humano?
3) Por que a amizade não combina com egoísmo, mentira, intolerância e falsidade?
4) Quando sabemos que uma amizade é verdadeira e que realmente devemos confiar?
5) O que é ser cidadão?
6) O que você entendeu sobre o texto: “As três peneiras”?
7) Qual é a relação entre ética e moral?
8) Quem são as personagens do texto?
9) O que você pensa sobre a atitude do leão com o ratinho?

RECURSOS:
· giz;
· quadro;
· caderno;
· lápis;
· borracha;
· folha sulfite;
· revista mundo jovem;
· livro infantil;
· jornal.

AVALIAÇÃO

Avaliar o interesse de cada criança, perguntas e respostas sobre o conteúdo apresentado pelo professor.

4 comentários:

sabrina disse...

O plano de aula estava muito interessante, pois trabalhou tudo que foi pedido, trabalhou as atividades de acordo com o texto, objetivos e tema proposto. As atividades foram bem elaboradas e achei legal trabalhar as diferenças e a amizade com a série escolhida.

jessica disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
karoline disse...

o plano de aula foi muito bem elaborado e criativo.
tratar de assuntos como amizade prendem a atenção do educando e tormam a clase mais unida , onde um passa a conhecer melhor o outro e busca melhorar o relacionamento da clase.
parabéns pela idéia e iniciativa!!!!

jessica disse...

Adorei o plano de aula pois devemos respeitar as diferenças do outro